Buscar
  • Opinião com Assinatura

João Quadros 02/05/2020 - UMA CRÓNICA PARA OUTRO BRUNO, QUE EU RESPEITO

É com enorme prazer e honra, e sem papar almoços e jantares à borla, que escrevo hoje, pela primeira vez para um Bruno que não é o Nogueira.

Há sempre uma primeira vez para tudo, exceto para a Tânia Laranjo usar champô.

Quando o meu presidente me contactou para eu escrever, e cito – “sobre o que quiseres” – fiquei de boca aberta. Um ditador que me deixa escrever sobre o que eu quiser. Coisa rara na maioria dos democratas.

Escrevo esta crónica em Kandahar, sem luzes sem nada, exceto a CMTV sem som. Cercado por talibãs da Tertúlia Sporting, o único ruído é o som de arrotos a croquete. Eu tenho um sonho que é a Tertúlia Sportinguista ter uma intoxicação alimentar.

Sinto que há uma incoerência, quando o herói de Kandahar, acaba a copiar os costumes dos talibãs e obriga os sportinguistas a descalçarem-se para poderem entrar no estádio.

Queria destacar o papel que tem tido o atual presidente do SCP71. Percebo que ele tenha ido auxiliar os hospitais a combater o Corona. A única esperança que o Doutor Varandas tem, para conseguir continuar no cargo, é tentar salvar as pessoas com mais de setenta anos e vinte votos. Se houvesse eleições nesta altura seria o fim, porque ele estava proibido de encher camionetas com velhinhos. Só acho estranho que ele ainda não tenha publicado uma foto de um doente de corona a levar uma injeção nas nádegas. Ou um – filma aquele desfibrilador!” 

Mas ao mesmo tempo eu acho que os mortos por corona diminuíram só naquelas horas que o Doutor Varandas foi reunir com a FPF, o Pinto da Costa e o escaldão do Luís Filipe Vieira. Compreendo que o Varandas tenha feito aquele corte, à skinhead, desde que resolveu contratar o Doumbia, o Rafael Camacho, o Bolasie, o Fernando, o Rosier e o Eduardo Henrique.

Eu estou convencido que o Varandas mandava a Apple à falência numa semana. É o presidente capaz de pagar três milhões por um treinador que não chegou a treinar e quinze por um treinador que praticamente ainda não treinou. Ao menos ele ainda não o pagou, e olhando para os resultados sempre pode correr com ele porque estava à experiência. No fundo o presidente do Sporting de Braga sente-se tão aldrabado como os sócios que compraram game boxes.

Acho, espetacular, o Bruno era um aldrabas porque cancelou o contrato com a Doyen, o Varandas anula game boxes pagas pelos sócios, na boa. Que pena não ter esta atitude com os agentes de jogadores a quem pagou milhões. A melhor coisa que aconteceu ao Varandas foi o Corona. Era o tipo de jogador que ele contratava. Alguém capaz de deixar os estádios às moscas. No fundo o SCP71 é quem mais tem a ganhar com um campeonato disputado sem público nos estádios.



João Quadros

02/05/2020


0 visualização
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now