top of page
Buscar
  • Foto do escritorOpinião com Assinatura

Sporting Popular 31/05/2020 - Sporting volta a ser Campeão Nacional de Hóquei em Patins 30 anos...


Sporting volta a ser Campeão Nacional de Hóquei em Patins 30 anos depois




Parceria: https://www.brunodecarvalho.com

Nesta parceria, o @SCPPopular pretende revisitar em vídeo, os títulos e momentos marcantes do projecto do Sporting de 2013-2018.

No fundo, fazer aquilo que a SportingTV censura e deixou de fazer...


Imagem: SportingTV

Música: "End Game" de Per Kiilstofte

https://machinimasound.com/music/end-game

Edição: SCPPopular (https://twitter.com/SCPPopular ; https://www.facebook.com/scppopular ; https://www.youtube.com/SportingPopular)


"Sporting volta a ser campeão de hóquei em patins 30 anos depois


O Sporting sagrou-se sábado, 30 anos depois da última conquista, campeão português de hóquei em patins, ao vencer o FC Porto, por 4-3, em jogo da 25.ª e penúltima jornada do campeonato nacional.

Caio (05 minutos), Pedro Gil (38 e 47) e Ferran Font (43), de livre direto, marcaram para o conjunto ‘leonino’, enquanto Hélder Nunes (22), Gonçalo Alves (46) e Rafa (50) encurtaram as distâncias para os até aqui campeões, que ainda não tinha perdido nenhum dos jogos da corrente época realizados entre ambos.


Separados apenas por um ponto à partida para o derradeiro encontro e com o Benfica praticamente arredado do título, no terceiro lugar, os ‘leões’ tinham a possibilidade de se consagrarem campeões pela oitava vez, após o regresso da modalidade ao clube na temporada de 2014/15.


Perante um Pavilhão João Rocha muito bem composto e com o presidente Bruno de Carvalho nas bancadas, foi a equipa de Paulo Freitas a assumir a jogo e sempre muita certa no capítulo das marcações individuais, obrigando os ‘dragões’ a apostarem no recurso da meia distância, aquela que é considerada a melhor ‘arma’ do FC Porto.


Contudo, e como tem sido recorrente ao longo de toda a temporada, o guardião ‘leonino’ Ângelo Girão mostrou-se intransponível e uma autêntica parede, face aos remates de Hélder Nunes e Reinaldo Garcia.


O domínio inicial acabou mesmo por dar resultado na baliza de Carles Grau, ao não conseguir parar o ‘míssil’ de Ricardo Oliveira, depois de ter desequilibrado por completo a defesa ‘azul e branca’.


O FC Porto não se deixou abalar, arriscou nas penetrações e a três minutos do descanso repôs a igualdade, num lance de ressalto, em que a bola sobrou para Hélder Nunes ‘fuzilar’ Girão pela primeira vez.


A segunda parte acabou por ficar mais partida, com os jogadores a serem mais individualistas e apostarem constantemente em remates de longe e em transições rápidas, muito por culpa das perdas de bola de lado a lado.


Os duelos foram vários nos segundos 25 minutos, mas a falta de Toni Pérez sobre Jorge Silva deu ao FC Porto a oportunidade passar a frente do marcador, ao dispor de um livre direto. Hélder Nunes desperdiçou e Pedro Gil deu uma lição de como rematar de meia distância com eficácia, colocando os ‘leões’ de novo na frente e mais parte do título.


Cabestany ia incentivando os seus jogadores, porém o livre direto convertido por Ferran Font e novo golo de Pedro Gil deixaram os ‘dragões’ desolados e com menos capacidades para adiar a discussão do campeonato para a última jornada.


Os tentos de Gonçalo Alves e Rafa foram o melhor que o FC Porto conseguiu, mas apenas quando estava por baixo do resultado.


Jogo no Pavilhão João Rocha, em Lisboa.


Sporting – FC Porto, 4-3.


Ao intervalo: 1-1.


Marcadores:


1-0, Caio, 05 minutos.


1-1, Hélder Nunes, 22.


2-1, Pedro Gil, 38.


3-1, Ferran Font, 43 (livre direto)


3-2, Gonçalo Alves, 46


4-2, Pedro Gil, 47


4-3, José Costa, 50


Sob a arbitragem de José Pinto e Rui Torres, as equipas alinharam:


- Sporting: Ângelo Girão, Ferran Font, Caio, Matias Platero e Toni Pérez. Jogaram ainda Henrique Magalhães, Pedro Gil, João Pinto e Vítor Hugo.


Treinador: Paulo Freitas.


- FC Porto: Carles Grau, Gonçalo Alves, Hélder Nunes, Reinaldo Garcia e José Costa. Jogaram ainda Jorge Silva, Antoni Baliu e Telmo Pinto.


Treinador: Guillem Cabestany.


Assistência: 2.523 espetadores"


Lusa



Sporting Popular

31/05/2020


435 visualizações7 comentários

Posts recentes

Ver tudo

7 Comments


Paulo Garcez
Jun 01, 2020

Bruno convida o Carlos dolbeth esse grande sportinguista...

Like

Teresa Amaro
Teresa Amaro
May 31, 2020

Enquanto Bruno de Carvalho e Alexandre Godinho não forem reintegrados, jamais haverá paz no Sporting. A justiça não foi toda feita porque incobriram muitas provas mas pelo menos o Bruno de Carvalho foi ilibado de todas as acusações. O resto terá o seu tempo

Like

henriquercv
henriquercv
May 31, 2020

Adorei reviver momentos maravilhosos do nosso hoquei. Obrigado

Like

heitorcosme9
heitorcosme9
May 31, 2020

Daqui quero agradecer a todos atletas pelo excelente empenho , ao seu treinador e Director e dizer-lhe obrigado por tudo e sambem na sua pessoas DR BDC o nosso verdadeiro Presidente o agradecimento por tudo o que fez por todas as modalidades e que em breve possamos encher novamente aquele magico Pavilhão João Rocha bem o nosso Estádio de Alvalade ,termino dizendo que aquele painel foi maravilhoso ,e dizer obrigado por continuar , sem duvida é e será sempre uma mais valia para todos nós.Forte Abraço

Like

Antonio Manuel Esteves Vieira
Antonio Manuel Esteves Vieira
May 31, 2020

Que saudades destes momentos de glória... obrigado BRUNO

Like
bottom of page