Buscar
  • Opinião com Assinatura

Paulo Afonso Ramos 29/12/2020 - DIA DE ESTÁDIO NACIONAL É DIA ABENÇOADO



Ninguém tira o Sporting CP da liderança neste final de ano e início do ano novo! Já tinha sido assim à passagem do Pai Natal, algo que não acontecia há alguns anos. Mais precisamente há 19 anos, que a Consoada foi passada em primeiro: Sporting não era líder isolado no Natal desde 2001/02 (a última vez em que foi campeão). Bom pronúncio?

Mas a vitória ao B-SAD [e não Belenenses-SAD como muitos insistem em apelidar nas transmissões ou nas análises do jogo] não foi, de todo, fácil. Direi mesmo que foi sofrida, e muito, criando um nervosíssimo desadequado e irritante.

Um pouco mais de confiança e atitude teriam resolvido o jogo mais cedo e descansado os adeptos do líder do campeonato.


E, para quem está atento ao fenómeno do futebol português, é notório alguma azia ou o pouco rigor em benefício do Clube. Por exemplo, no dia seguinte, nas notícias da Antena 1, o desporto abriu com e cito: “Continua líder após vitória” não referindo o nome do grande Sporting CP. Sabemos que se fosse outro clube tal nome nunca seria sonegado!


A propósito, há um tal canal que dá os jogos do campeonato inglês que insiste em dizer que o jogador A, no caso do M.U., é da formação do rival… Dualidades e interpretações abusivas! Digo eu…


Voltando ao Jamor, apesar da fraca exibição, safou-se a vitória contra uma equipa totalmente empenhada em ganhar ao líder, com um treinador fortemente dedicado a fazê-lo, por direito, embora nem sempre assim pareça ser e sem colocar em causa o profissionalismo de quem quer que seja, parece-me – talvez só a mim – que para um determinado adversário as coisas são mais lassas…


Mas eu concordo com o Rúben Amorim: “A atitude é inegociável”!


Por falar em treinador do Sporting CP, mais uma vez, naquele canal [das transmissões em directo e que pagamos para ver…] ouvimos comentários pouco abonatórios sobre o nosso treinador quando constantemente se critica por este dar indicações para dentro de campo quando está impedido de o fazer e para isso há o seu adjunto, mas promovido a treinador principal nos jogos oficiais. E se aqui também não gosto, tenho que admitir que parte da culpa é do Clube ou de quem o contratou, embora insista na mesma palavra: dualidades…


Seja como for, ultimamente, o dia de Estádio Nacional é dia abençoado e é assim que quero manter criando uma analogia positiva e favorável ao meu Sporting CP. E neste jogo essa bênção vem pela vitória e pela confirmação do miúdo TT – Todo o Terreno ou Tiago Tomás – que com um golo e um penalti foi para mim o Homem do Jogo.


Uma palavra para Miguel Cardoso que pôs a cabeça à roda à defesa leonina! Felizmente falhou a grande penalidade ou o guarda-redes meritoriamente defendeu!

E já agora, mais uma vez, se fosse outro clube em vez do SCP, essa penalidade seria inviabilizada por fora de jogo de Silvestre Varela que se fez ao lance. Dualidades que vamos percebendo com o decorrer do campeonato…


Um bom final de ano e um Ano Novo fantástico para a família Leonina são os meus votos que aqui deixo a todos os Sportinguistas! Que 2021 seja o nosso ano e com a máxima justiça a imperar, dentro e fora do Clube!


Boas Festas!

Saudações Leoninas



Paulo Afonso Ramos

29/12/2020


179 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo