Buscar
  • Opinião com Assinatura

Marco Freitas 14/05/2020 - Sporting Clube de Varandas



Foi num acto de grande coragem (até o meu filho de 9 anos apelidou-me de masoquista) que decidi assistir á entrevista de Frederico Varandas dada ao canal SIC. 


Tinha esperança que fosse uma entrevista com um discurso, encorajador, de união, onde o "presidente" iria afirmar que, apesar das dificuldades que iremos atravessar, não nos podíamos - enquanto sportinguista - inibir na vontade de querer ganhar, não nos podíamos inibir na ambição, etc, etc!

Ao invés foi um discurso de resignação, (um mimo o chilrear dos passarinhos) de aceitação pelo que aí vem, assumindo como um facto consumado o desinvestimento no clube, tudo porque o Covid-19 (o tema "herança pesada" já não passa, como tal, que arranjar outro "culpado") deu-nos e irá dar cabo da vida.

Já para não falar no facto de ter sido um discurso (o outro é que era ditador) usando sempre a primeira pessoa!



Coincidência ou não, no seguimento desta "entrevista" de pura resignação sobre o que aí vem, temos assistido ao longo desta semana ao anúncio do desinvestimento - fala-se em reduções orçamentais a rondar os 50%! - em várias modalidades, onde jogadores referência, do futsal, andebol, hóquei em patins, voleibol, já assumiram a sua saída do Sporting CP, modalidades estas que tantas e tantas alegrias nos deram, já para não falar sobre as opiniões dos ditos "notáveis" sobre a hipotética venda da SAD leonina.

Ou seja, revivi nestes últimos dias o que era o "antigo" Sporting, qual feira das vaidades, sem ambição, sem sede de vencer, onde tudo se vende, tudo serve para desfazer a imagem e grandeza deste clube.


Vejam também o caso de alguns atletas da nossa formação que começam a despontar mas que, e segundo se fala, fazem já parte de uma lista alinhavada entre, o Drº Salgado Zenha e Jorge Mendes para que os mesmos sejam vendidos sem passar e/ou singrar (onde já assistimos a isto!?) na equipa principal do Sporting e com valor já definido (fala-se em valores a rondar os 10 milhões por cada um dos atletas) prejudicando imenso a sua valorização enquanto activos do clube!


Não faria mais sentido, estes jovens jogadores, crescerem na equipa principal, provavelmente para muitos seria a concretização de um sonho, e então depois disso serem vendidos por €20/€25 milhões? Aliás se as contas da Sporting SAD, estão assim tão depauperadas (fazendo fé nas palavras desta Direcção) o que é melhor? Vender por uns míseros €10 milhões de euros, um jogador da nossa formação ou duplicar o seu valor após jogar na equipa principal? 

Posto isto, pergunto, foi para isto que tanto lutamos contra alguns poderes instalados no Sporting? É isto que queremos para o clube que tanto amamos?

Está na hora de nós escumalha - é o que somos não é senhor "presidente"? - reagir, de agir, e faço votos para que, o período que vivi entre 2013-2018, com um discurso ambicioso, de empolamento e orgulho pela marca Sporting não seja uma anormalidade!


Para fechar, depois da Sampdoria, que apresentou queixa na FIFA, relativamente á transferência de Bruno Fernandes para o Manchester United, agora foi a vez do Cercle Brugge reclamar junto da mesma instância por causa da transferência de William Carvalho para o Bétis. 

Segundo os últimos relatos, a FIFA terá dado razão ao clube belga, tendo condenado o Sporting a pagar 5 por cento (€800 mil euros) dos €16 milhões pagos pelo emblema espanhol, relativamente ao internacional português.

Que bonita imagem esta Direcção está a passar do Sporting CP no que a (não) pagamentos diz respeito. 


Até para a semana,


O Sporting Somos Nós!



Marco Freitas

14/05/2020




855 visualizações7 comentários
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now