Buscar
  • Opinião com Assinatura

Marco Freitas 13/11/2020 - Da(s) Varanda(s) da Luz



Na passada segunda-feira, fomos surpreendidos com a noticia que, a Polícia Judiciária se encontrava a realizar buscas na SAD do Sporting, tal e qual como faziam no outro clube da segunda circular.



Se para os lados da Luz, as visitas da PJ já se tornaram um habitué, no que toca ao Sporting CP, fiquei um pouco estupefacto, ainda para mais quando, o actual “presidente” do meu clube em Dezembro de 2018, afirmou o seguinte: «Nunca teremos a vergonha da PJ entrar no Sporting»

Ficamos a saber que, as autoridades investigam a eventualidade de ter havido branqueamento de capitais no período compreendido entre 2011 e 2014, tudo porque o processo estaria (e está!) relacionado com a entrada de capital na SAD do Sporting por parte da empresa Holdimo.

Voltando um pouco atrás no tempo, penso que todos os sportinguistas sabem como é que Álvaro Sobrinho e a sua Holdimo “entraram” no Sporting.

Penso que toda a gente sabe que, a ligação de Sobrinho ao Sporting remonta a 2011, quando o clube fechou um contrato de parceria financeira e desportiva com a Holdimo.

Penso que toda a gente sabe que, foi José Maria Ricciardi quem apresentou Álvaro Sobrinho a Godinho Lopes - presidente do SCP entre 2011 e 2013 – tendo estes depois celebrado o famoso acordo dos €20,000.00 milhões de euros, a troco de percentagens de 28 (!!!) jogadores do Sporting CP, onde entre estes se destacam os nomes de, João Mário, Adrien Silva, Matheus Pereira, e ainda Bruma.


E porque não juntar a esta equação, o nome de João Pedro Varandas – irmão do actual “presidente” do SCP – que, também como todos sabem, era vogal da direcção na presidência de Godinho Lopes, e que (dizem as más línguas!!) ajudou á promoção de Frederico Varandas, quando este com apenas um mês de casa, passou a director clínico da estrutura leonina, reforço, tudo isto em 2011.

Dizem ainda as más línguas que, o facto de João Pedro Varandas ser sócio fundador da firma de advogados Rogério Alves & Associados, sendo este (Rogério Alves) por seu turno, o actual Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting, nada tem a ver com o facto de se terem criado as condições para que, Frederico Varandas se tenha candidatado e tornado “presidente” do Sporting.

É tão somente uma coincidência….



As mesmas más línguas que em tempos disseram que, quem ia avançar com uma candidatura era o próprio João Pedro Varandas, mas no final do dia decidiram que, seria melhor avançar o seu irmão Frederico Varandas, na medida em que João Pedro Varandas já tinha feito parte do CD de Godinho Lopes e essa situação poderia gerar muitos anti-corpos junto da massa associativa no processo eleitoral.

Dizem ainda as más línguas que, são coincidências, e coincidências existem e acontecem….

Como tal, ninguém pode culpar que tenha sido Rogério Alves o escolhido para o lugar que ocupa, nem de ser sócio do irmão do actual “presidente”. São coisas que a vida proporciona. As tais coincidências.

Mas, voltando ao tema desta minha crónica, tema este relacionado com as buscas feitas em Alvalade, no day after ás mesmas, o CM Jornal (quem mais!) volta a puxar á capa uma imagem de Álvaro Sobrinho com Bruno de Carvalho, tentando assim manter a narrativa que, o ex-Presidente tinha algo a ver com o assunto.

Meus senhores, Chega!

Já todos nós sabemos o que vos move! Todos nós já sabemos que, entre 2013 e 2018 não houve avenças, como não houve avenças lá têm vocês que manter a narrativa do escárnio e mal dizer sobre uma pessoa que, a única coisa que fez foi limpar os grupos e grupinhos que haviam (e voltaram) dentro do clube, e cujo o único propósito era o de prejudicar o Sporting em benefício próprio!

Nós também já sabemos que, não querem que o “poder” volte a cair na rua, por isso escrevem o que escrevem esquecendo-se que, o jornalismo, para ser credível como meio de comunicação deve assentar em três pilares básicos: Ética, Isenção e Credibilidade.

Como estes pilares não fazem parte do vosso cardápio, vai daí e aplicam aquela máxima, tempos dita por uma vossa colaboradora; “Não deixem que a verdade estrague uma boa história”.

Esta máxima um dia até deixar funcionar, quem sabe até mais cedo do que esperamos

Para fechar, na sua crónica semanal, Henrique Monteiro dá a entender que, Bruno de Carvalho, facilitou no que a branqueamento de capitais diz respeito, e afirma ainda que, BdC devia estar preso.

Quando o tema/nome é Álvaro Sobrinho (pessoa sobre quem EFETIVAMENTE recaem as verdadeiras suspeitas de crime) diz o artista que: "manda a prudência que não se parta para investigações destas às cegas".

Estamos conversados meus senhores, sobre este opinion maker!

P:S. Os rendimentos de todos os membros da Direcção já foram apresentados? Não se esqueçam que o Srº Drº prometeu que, se fosse eleito, todos os membros da sua Direcção iriam apresentar anualmente declarações de rendimento e de património!

Um forte abraço a todos!

O Sporting Somos Nós!


Marco Freitas

13/11/2020


520 visualizações10 comentários
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now