Buscar
  • Opinião com Assinatura

Luís Teves 28/10/2020 - O BANDIDO CONFUNDIDO!



Está a ficar cada vez mais difícil para um sportinguista com sangue na guelra, como eu, escrever uma pequena crónica coma alguma elevação e boa educação. Já estou com dificuldade em encontrar adjectivos para qualificar o basbaque que caiu de pára-quedas na presidência do Sporting Clube de Portugal em 2018.


O penálti revertido no jogo com o FC Porto em Alvalade, foi o catalisador para uma troca de mimos entre o responsável pelo SCP e o presidente do FC do Porto. O primeiro tiro foi disparado pelo Dr. Varandas que, querendo mostrar “serviço” junto dos sócios do Sporting, veio à conferência de imprensa, após o jogo, fazer uma intervenção que, em dois anos de mandato, só fez após jogos contra o FC do Porto ou SC de Braga. O resultado foi previsível, com Pinto da Costa a responder à letra, com alguma classe, e com o sarcasmo que lhe são característicos, afirmando que Frederico Varandas foi quem mais beneficiou com o ataque de Alcochete. Se Varandas tivesse consultado as reacções dos sportinguistas às declarações de Pinto da Costa nas redes sociais, teria verificado que, na generalidade, a grande maioria dos adeptos verde-brancos, se identificou com as declarações do presidente do Porto. Pior ainda, muitos adeptos e sócios do Sporting, desconfiam que o Dr. Varandas teve alguma participação no dito ataque.


No entanto, Varandas, sedento do protagonismo, tirou por alguns minutos, a sua chupeta dourada da boca, e embarcou em mais uma das suas intervenções ridículas, pedantes, presunçosas e arrogantes. Falou em tetos de vidro, em coragem, em valores e em outras parvoíces. Pelo meio, referiu o sarcasmo de Pinto da Costa, classificando-o como sendo acima da média em matéria de cultura geral, como se ele fosse o padrão de comparação em termos culturais. Resumindo, Varandas foi, mais uma vez, igual a si próprio, um otário com um complexo de superioridade do tamanho do seu ego.


Confesso que fui um dos que seguiu o conselho de Frederico Varandas e fui ao Google pesquisar as escutas que ele referiu. Ouvi várias escutas que comprometem Pinto da Costa, mas também ouvi escutas que mostram Luis Filipe Vieira a escolher árbitros para jogos do Benfica. Mas estas escutas, aparentemente, não são dignas de referência para o Dr. Coragem, como não parece ser, para ele importante, explicar tudo o que disse saber sobre o campeonato de 2015/16. É possível que esteja comprometido com o presidente do Benfica, pois são várias as referências, por diversas pessoas, a reuniões secretas entre os dois, em hotéis de Lisboa, provavelmente para fazer acordos e pactos de não agressão.


No entanto,  e como sou um indivíduo curioso, enquanto estive a pesquisar no Google, fui indagar sobre o que fizeram o Dr. Varandas e Pinto da Costa à frente dos seus respectivos clubes. Aí verifiquei que Pinto da Costa venceu 22 Ligas de Portugal, 13 Taças de Portugal, 20 Supertaças, 2 Champions Leagues, 1 Taça UEFA, 1 Liga Europa, 1 Supertaça Europeia, e 2 Taças Intercontinentais. Varandas ganhou uma Taça de Portugal e uma Taça da Liga, ambas nos penalties. Não me parece honesto inferir que Pinto da Costa tenha este impressionante palmarés a custa da corrupção, especialmente a nível internacional. Mas serve para o argumento de um incompetente que pensa ser mais notável e prodigioso que os outros.


O Dr. Varandas, antes de se colocar em bicos de pés, e julgar que tem o rei na barriga, devia considerar que, após dois anos de mandato é, sem sombra de dúvida, o mais odiado presidente do Sporting de todos os tempos. Em 24 meses de mandato são já duas as petições de sócios para o pôr no olho da rua, uma situação nunca verificada em nenhum outro clube português. E, se ele ainda se encontra em funções, deve-o ao facto de o presidente da MAG do Sporting não estar a exercer as suas funções de acordo com os estatutos do clube.


Não é difícil verificar que nesta guerra aberta por Varandas a Pinto da Costa, a maioria dos sportinguistas estão do lado do presidente do FC Porto. A razão é muito simples; os verde-brancos estão fartos deste mentecapto à frente dos destinos do clube e ficam gratos a seja a quem for que consiga esclarecer como foi este pateta chegou à presidência do Sporting.

O presidente do FC Porto demonstrou ter mais classe, mais astúcia e mais inteligência do que Frederico Varandas. Até aqui nada que se possa considerar de transcendente. Varandas apenas demonstrou que ninguém melhor que um bandido para conhecer outro bandido. Um bandido será sempre um bandido tal como um golpista será sempre um golpista e um ignorante será sempre um ignorante.



Luís Teves

28/10/2020




216 visualizações7 comentários
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now