Buscar
  • Opinião com Assinatura

Luís Teves 25/03/2021 - REFLEXÕES AVULSAS DA SEMANA



I-Voting: O Público publicou uma peça sobre a avaliação feita pela  Comissão Nacional de Protecção de Dados (CNPD)  à experiência-piloto sobre o voto electrónico feita nas eleições europeias de Maio de 2019 e que decorreu no distrito de Évora. Segundo a CNPD a "experiência foi tão má que a comissão coloca um travão às pretensões de introdução a curto prazo do voto electrónico”. Na lista de falhas detectadas pela CNPD estão incluídas “máquinas de voto electrónico sem selo de segurança ou com selo rasgado; sistemas operativos das máquinas com ficheiros acedidos e alterados depois do dia das eleições; transporte da pen USB enviada à Assembleia de Apuramento Intermédio com as listas dos eleitores que votaram no distrito de Évora sem medidas de segurança que prevenisse o acesso indevido ao seu conteúdo; máquinas de voto sem local exacto para serem armazenadas; presença de cidadãos não eleitores nas assembleias eleitorais (os técnicos da empresa subcontratada para prestar apoio ao sistema de voto); caixas com os cartões de memória onde estão registados os votos foram levadas para o comando distrital da PSP quando deviam ter ficado à guarda de um juiz; informação excessiva dos cidadãos nos cadernos eleitorais”. A CNPD destaca entre as suas conclusões que “sendo ainda controversa a robustez dos sistemas de voto eletrónico e tendo sido detectadas insuficiências relevantes, deve ser devidamente ponderada à luz das normas de proteção de dados a introdução de meios de votação eletrónica quanto aos méritos e riscos que daí possam resultar”. Por fim, a CNPD atesta que, ao contrário do voto electrónico à distância (i-voting), apenas o voto electrónico presencial (e-voting), “garante plenamente a liberdade de voto, porque à distância não é possível aferir se o eleitor está ou não a ser coagido”.


Perante este cenário resta-me sugerir à Comissão Nacional de Protecção de Dados que retenha os serviços de Rogério Alves, que no Sporting liderou o grupo de trabalho encarregue de avaliar a viabilidade legal e técnica de implementação do i-voting, visando promover a elaboração de uma proposta de revisão dos estatutos do Sporting, para a introdução deste sistema (i-voting) nas assembleias gerais do clube. Segundo o jornal Record de 7 de Agosto de 2020 Rogério Alves garantia a fiabilidade e segurança do i-voting e todos sabemos que até já tinha selecionado uma empresa para supervisionar a “empreitada”. “ Pelos vistos falta na CNPD um homem que perceba de desaparecimentos de crianças, confinamentos, vacinações, combate ao enriquecimento ilícito, tapetes de arraiolos, renda de bilros e…..tecnologia de i-voting. O simples facto que estes canalhas, como Rogério Alves, mentem descaradamente aos sportinguistas, garantindo a fiabilidade de um sistema que nunca foi comprovado diz tudo sobre aquilo ao que vieram. Prevejo que se o Sporting conquistar o campeonato, voltarão à carga com a proposta do i-voting e a julgar pela burrice e ignorância dos muitos sportinguistas intelectualmente preguiçosos, temo que venha a ser aprovado. Passei mais de cinquenta anos a defender que os sócios e adeptos do meu clube eram mais inteligentes e esclarecidos do que os nossos rivais, mas pelo que tenho observado nos últimos dois anos e meio estava redondamente enganado. Com um título de campeão no bolso, o pessoal dará carta branca a esta corja por dez anos ou mais.

 

Aurélio Pereira: O “olheiro e detector de talentos” da academia do Sporting deu uma pequena entrevista ao jornal Record onde abordou a situação da formação no clube. Entre as suas considerações, fez rasgados elogios a Frederico Varandas pela “aposta forte” na formação, enviou-lhe beijos e abraços de gratidão e enalteceu a inata apetência do pseudo-presidente para a formação. Fiquei com a impressão que fez um discurso encomendado para solidificar a estratégia comunicacional do CD que visa fazer passar a ideia que o investimento na academia por parte desta direção é superior àquele feito no tempo de Bruno de Carvalho o que manifestamente não corresponde à realidade. Os Relatórios de Contas provam que o investimento na academia durante a gestão do CD anterior era superior ao actual e o próprio Carlos Vieira já o afirmou publicamente. Não se percebe porque Aurélio Pereira não enalteceu esta “forte aposta” de Varandas na época passada, por exemplo, como também não se percebe que ele nunca tenha revelado que durante a gestão de Godinho Lopes os olheiros da academia não faziam o seu trabalho porque a direção nem a gasolina lhes pagava, situação que foi corrigida com a chegada de Bruno de Carvalho ao clube. Bem sei que Aurélio Pereira foi um apoiante desta amostra de presidente nas últimas eleições mas não haverá uma pessoa a trabalhar actualmente no Sporting que tenha a dignidade, a coragem e a elevação de dar o devido reconhecimento à direção de Bruno de Carvalho pelo trabalho realizado? Se existe peço a alguém que me dê um nome…apenas um!


Gelson Martins: o ex-jogador, e produto da formação, do Sporting disse esta semana: “Este ano será possível ver o MEU Sporting campeão”. É preciso ter uns enormes “cojones” e um minúsculo caracter para fazer uma afirmação destas depois de ter traído o clube, aproveitando-se de uma situação de adversidade   para seu proveito monetário. O Sporting não é decerto o clube dele porque ninguém que ama e respeita verdadeiramente um clube, especialmente aquele que lhe deu todas as oportunidades de singrar na vida, lhe vira as costas por dinheiro. Eu não quero ver mais esse pelintra no MEU Sporting.


Adrien Silva: mais um ingrato que se devia manter calado. Esta semana li que ele terá afirmado: “Sempre deixei a porta aberta para voltar ao Sporting”. Terá aberto a porta antes ou depois da sua carreira no estrangeiro ter fracassado? Esta é uma história que já vi muitas vezes repetida. O jogador tem uma ou duas épocas de qualidade, força de toda a maneira a saída do clube, vai para o estrangeiro, não se dá bem e depois passa a vida inteira a oferecer-se para regressar.  Eu não quero ver mais esse pelintra no MEU Sporting.



Luís Teves

25/03/2021


359 visualizações15 comentários

Posts recentes

Ver tudo