Buscar
  • Opinião com Assinatura

Luís Teves 22/07/2020 - OS NÚMEROS DE UMA ÉPOCA DEPLORÁVEL



No dia 27 de Julho de 2019, dia do arranque oficial da época desportiva que agora se encerra o vaidoso, ignorante que anda a brincar aos presidentes no Sporting Clube de Portugal deu uma entrevista à Sporting TV, aquele que em tempos foi o canal do nosso clube a que agora muitos se referem como o Canal Melancia. Na dita entrevista, e em jeito de antevisão à época que então se avizinhava, o arrogante e inapto hipócrita fez a seguinte afirmação:


“Estou optimista, confiante e desejoso que isto arranque…..esta época começou a ser trabalhada há muitos meses. Trabalhada com rigor, com muito critério, com sério planeamento e por isso estamos desejosos que isto arranque. Nós vamos ter um grupo com qualidade, um grupo com ambição, um grupo com competência e por detrás teremos uma fantástica estrutura invisível. Quero dizer aos sportinguistas que vamos estar preparados, que vamos à luta, e vamos à luta com tudo.”


O primeiro resultado deste extraordinário trabalho foi a humilhação do Sporting de ter sido cilindrado na Super Taça perdendo por 5-0 para o eterno rival. Confiante no seu exímio planeamento o “estriste” declarou não estar preocupado. Passado quase um ano, este sério, rigoroso e criterioso trabalho resultou naquilo que se pode considerar como uma das épocas mais vergonhosas e humilhantes da história centenária do Sporting, se não talvez a mais vexante. Imaginem o que teria sido se não tivesse havido tanto critério, rigor e competência. Uma breve análise a alguns números não deixa dúvidas que o nosso clube está a regredir a uma velocidade frenética e não apenas no futebol profissional.


Na época se 2017-18 o Sporting foi campeão em todas as modalidades de pavilhão. Passados dois anos e apesar de se ter consagrado campeão europeu em duas modalidades, fruto ainda do trabalho da direcção anterior, o clube este ano não venceu qualquer campeonato nas referidas modalidades …. ZERO!


No futebol profissional, o clube está em vias de se tornar campeão do terceiro lugar, após um recorde de DEZASSEIS derrotas numa só temporada ultrapassando o miserável registo de 15 derrotas no reinado de Godinho Lopes. Pelo meio passaram pelo clube QUATRO treinadores sendo que o último custou aos cofres de Alvalade CATORZE MILHÕES de euros. Estamos a VINTE pontos do líder, e já consagrado campeão, e todos estes números somados resultaram em ZERO conquistas no futebol profissional. E já vão DEZANOVE anos sem um título de campeão nacional.


No que respeita ao número de espectadores no estádio de Alvalade, esta época registou uma média de TRINTA MIL espectadores o que comparado com a média de QUARENTA e DOIS MIL espectadores em 2016/17 e 2017/18 representa apenas 71% (interessante come este número aparece nas contas todas) ou seja um decréscimo de cerca de 30%. Os números referentes a este ano estão obviamente inflacionados pelas borlas distribuídas aos milhares para compor o estádio nos jogos em casa. Sobre as assitências no Pavilhão João Rocha nem vale a pena falar, é deprimente demais.


Pelo meio tivemos duas manifestações contra este pseudo-presidente; uma com cerca de TRÊS MIL manifestantes e pouco tempo depois uma outra com mais ou menos SEIS MIL . Resultados práticos foram ZERO refelctindo a passividade e indiferença dos sportinguistas que continuam a permitir a manutenção em funções de uma direcção que tem tido um desempenho danoso, lesivo e miserável.




O processo de renumeração também foi bastante revelador do estado em que se encontra o Sporting. A direcção do clube congratulou-se com o sucesso da operação Eu Sou, e reivindicou ter recuperado OITO MIL sócios. Este é para mim um número impossível de conjugar com o facto do meu número de sócio ter decrescido em mais de CINQUENTA E SEIS MIL unidades. Foi de igual modo divulgado que esta recuperação de sócios rendeu ao clube mais de UM MILHÃO de euros. Apenas não foi revelado quantos milhões já foram perdidos em quotizações desde 2018 e quantos sócios faltam para chegarmos à fasquia dos DUZENTOS MIL sócios que esta amostra de presidente prometeu atingir ainda em 2019. Mas sabemos que faltam cerca de NOVENTA MIL. Confesso que fui um daqueles sócios que actualizou as suas quotas em fins de Junho. Tinha suspendido o pagamento no dia 7 de Setembro de 2018. Actualizei as minhas quotas na esperança de, a curto prazo, poder contribuir com o meu voto, ou de outra forma qualquer, para por esta corja no olho da rua. Não sei quantos sócios o fizeram com o mesmo objectivo mas acredito que não terei sido o único.


Não me vou debruçar sobre os números relativos às finanças do clube porque esta é uma área que não domino minimamente. No entanto convém não esquecer que o Sporting foi condenado a pagar TRÊS MILHÕES a Sinisa Mihajlovic, e que o SC Braga o Circle Brugge e a Sampdoria apresentaram queixas em tribunal por entenderem ter direito a uma verba pela eventual venda de Battaglia bem como pelas transferências de William Carvalho e Bruno Fernandes. No único processo que os chicos-espertos desta direção ganharam, tem a receber DEZASSEIS MILHÕES relativos à rescisão sem justa causa de Rafael Leão. Neste caso o Sporting parece ter decidido que precisa de um cobrador a quem irá encher os bolsos enquanto ele “ajuda” a mediar o processo.


Há ainda muitos outros números que eu pretendia abordar mas apesar dos meus repetidos esforços não consegui obter dados concretos sobre eles. Assim não posso quantificar quantos pares de sapatos os espectadores tiveram de descalçar para entrar no Estádio de Alvalade ou quantos cachecóis e t-shirts da Juve Leo e Torcida foram confiscadas à entrada do pavilhão e do estádio. Também não me é possível reportar os números relacionados com os rendimentos dos membros dos Órgãos Sociais do clube porque apesar de ter sido prometida aos sócios a apresentação de declarações de rendimentos anualmente isto nunca nunca foi cumprido. No entanto há um número que salta à vista de todos os que estão acordados: TREZENTOS E SESSENTA MIL euros!!! Foi o vencimento que o Dr. Estristeza auferiru nos últimos doze meses nos quais produziu… ZERO.


A 8 de Novembro de 2019, no Rugidos do Leão, Varandas disse: “Nossos rivais riem-se dos patetas e idiotas úteis que fazem o trabalho sujo deles”. Ninguém sabe ao certo se o basbaque ignorante se estava a referir a ele próprio e aos seus colegas do Órgãos Sociais do Sporting….mas assenta-lhes que nem uma luva!



Luís Teves

22/07/2020



0 visualização
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now