Buscar
  • Opinião com Assinatura

Luís Teves 18/06/2021 - MAS QUE RAIVA….OH SARAIVA!



É incrível no que resulta a conquista de um título nacional de futebol seniores no Sporting Clube de Portugal. Perfilam-se imediatamente os mais variados invertebrados, engraxadores e cataventos humanos para o beija-mão da praxe. É vê-los num alvoroço patético, a atropelarem-se uns aos outros para se chegarem à frente e lamber as botas de quem eles acreditam lhes pode dar umas migalhas de notoriedade ou, porventura, um tachinho bem remunerado.


Já tivemos o Tito, o Ferreira, o Mendes, o Barroso, entre outros, e ontem foi a vez do Nuno Saraiva se ajoelhar e lamber a biqueira da bota do capitão do exército. Sim, meus amigos, o mesmo Nuno Saraiva que era diretor de comunicação durante a gestão de Bruno de Carvalho. O mesmo que após a golpada não teve a hombridade de se demitir e se recusar a pactuar com aquele chorrilho de ilegalidades, preferindo tentar agarrar-se ao lugarzinho e ser fotografado com Sousa Cintra no relvado de Alvalade a recompensar uns miseráveis traidores que viraram as costas ao clube.


Não merece a pena dissecar o texto do Saraiva porque é mais do mesmo, e segue a mesma receita tosca, desajeitada e tendenciosa de intervenções semelhantes de outros “sportinguistas” ansiosos, ou pagos, para elogiar o “chefe”. Mas, talvez porque foi distinguido com a oportunidade de publicar a sua crónica no jornal oficioso do clube, o Saraiva provavelmente sentiu-se na obrigação de estabelecer um novo recorde no patamar do exagero e da bajulação. Justiça lhe seja feita, o sujeito enalteceu praticamente todos aqueles que eventualmente lhe possam ajeitar um “nice job for the boy”. Foi ao ponto de considerar que esta época foi a melhor das últimas cinco décadas do Sporting atribuindo grande parte do mérito à gestão de Varandas e Salgado Zenha. Todavia, não lhe foi conveniente mencionar que a pior época da história do clube (2019/20) foi planeada pelos mesmos gestores. Nem foi tampouco importante para ele ser honesto e referir que em 2018, durante a gestão de Bruno de Carvalho, o Sporting foi campeão nacional em todas as modalidades, excepto no futebol.


O que pretendo salientar nesta intervenção do Saraiva é a demonstração desavergonhada de uma colossal ingratidão, o despudorado servilismo e, a irritante idiotice, e o descaramento grosseiro de assumir que todos os sportinguistas são uns ignorantes incapazes de discernir quando alguém, como ele, nos tenta ludibriar. Está enganado o Saraiva, e bastaria fazer um pequeno périplo pelas redes sociais para se aperceber que os sportinguistas sabem muito bem ao que ele veio. E até mete raiva, e dó, ver um sem-espinha a comportar-se como um cachorro a lamber as botas de um incompetente na esperança que lhe caia alguma coisinha no prato. Nós sabemos porque o Saraiva não quer falar sobre as AG 's que não são convocadas. Sabemos que o clube deve milhões a fornecedores. Sabemos que o clube está endividado com a SAD e que esta dívida não foi aprovada pelos sócios como está estipulado nos estatutos. Sabemos que esta direção já estourou 200 milhões, provenientes de vendas de jogadores e que já antecipou uma larga parcela do negócio com a NOS. Sabemos muito mais do que ele pensa, e sim também sabemos que estes membros do CD aparentam ser bastante generosos para com aqueles que estão dispostos a vender a sua dignidade e o seu pudor para mentir aos sócios e adeptos em nome deles. Tal como o Saraiva.


Não meu caro Saraiva. Você está completamente equivocado. Continua a ser #VarandasOUT.



Luís Teves

18/06/2021


512 visualizações9 comentários

Posts recentes

Ver tudo