top of page
Buscar

Luís Teves 06/01/2021 - UM TIO A LAMBER AS BOTAS AO SOBRINHO



Às vezes é deveras surpreendente como um imbecil se consegue superar a si próprio num curto espaço de tempo. Com apenas dois dias para o conclusão de um ano angustiante e anormal, onde um pretenso intelectual e suposto sportinguista inundou as páginas de jornais com crónicas néscias, encomendadas pela brigada do croquete, o hipotético animal racional colocou a proverbial cereja no topo do bolo da opinião escrita com um último atentado à inteligência dos verdadeiros sportinguistas.


Como decerto já perceberam refiro-me a um tal Barbosa da Cruz e ao seu artigo de opinião na edição de 30 de Dezembro do Record intitulado “Sobrinho”. Segundo este encartado azémola, o Sporting está em dívida para com Álvaro Sobrinho por tudo o que o investidor “deu” ao clube, incluindo um autocarro. Barbosa da Cruz sugere que o Sporting nunca agradeceu “de forma conveniente” ao banqueiro por este ter aceite converter em acções as percentagens que tinha em passes de jogadores importantes permitindo ao clube negociar livremente e encaixar os produtos das vendas. E foi mais longe o ex-dirigente, afirmando que, para ele, Álvaro Sobrinho é um leão de mérito.


Talvez Barbosa da Cruz não tenha ainda consultado o significado da palavra investidor. Um investidor é uma pessoa, ou entidade, que aplica capital com a expectativa de receber um retorno financeiro. Se Sobrinho “investiu” no Sporting foi certamente com o propósito de obter lucro. Tanto assim foi que quando se deparou com a possibilidade de ver reduzida a percentagem detida pela Holdimo na Sporting SAD tudo fez para dar o golpe em Bruno de Carvalho. Sobrinho não deu nada ao Sporting. Pelo contrário ele, como muitos dos que lá estão na direcção, roubaram ao Sporting a mística, a ambição, a exigência e quiçá outras coisas mais, que um sócio anónimo como eu não pode provar. Se bem me lembro foi Álvaro Sobrinho quem defendeu a tese de que no Sporting o que seria mais importante não seriam as vitórias e os títulos mas as finanças e os lucros. Numa entrevista na TV, deu o exemplo do Arsenal que há muitos anos não ganhava nada mas era um clube rentável.



Não sei como há gente como este Barbosa da Cruz que tem o descaramento de vir insinuar que o Sporting deveria agradecer ao dono de uma empresa sobre a qual existem suspeitas de alegados crimes de branqueamento de capitais que inclusive já motivaram buscas em Alvalade pela Polícia Judiciária. Não terá o Sr. Barbosa da Cruz interesse em saber a procedência do capital investido na Sporting SAD pela Holdimo? O ilustre cronista não leu a edição de 14 de Novembro de 2020 do CM, onde ele até faz uns biscates, em que aquele jornal informa que Álvaro Sobrinho está a ser investigado pelo Ministério Público por suspeitas de que terá usado dinheiro do BESA para investir no Sporting? Não sabe o Sr. Barbosa da Cruz que a sociedade do Sporting confirmou que “está em causa um alegado crime de branqueamento de capitais referente ao período de 2011 a 2014”? Não seria mais prudente esperar pelo desenrolar destas investigações antes de propor Álvaro Sobrinho para Leão de Ouro? Ou será que na última crónica do ano este parvo ficou com a latrina entupida e não lhe ocorreu melhor ideia?


Esta gente que está à frente do Sporting, e seus apoiantes, são da pior estirpe imaginável, e estas crónicas não são inocente ou desinteressadamente concebidas. Tudo obedece a uma linha mestra que tem uma finalidade definida e que está a ser perseguida à revelia dos sócios. O presidente da MAG do clube é o advogado de Álvaro Sobrinho, e também é sócio de João Pedro Varandas, que por sua vez é irmão de Frederico Varandas, actual presidente do Sporting. O Jornal Record, onde Barbosa da Cruz escreve as suas crónicas, faz parte do Grupo Cofina onde Sobrinho detém um forte investimento (cerca de 15%) através da Newshold SGPS da qual é um dos principais accionistas. Para os mais ingênuos isto pode parecer tudo uma enorme coincidência mas para mim tresanda a compadrio, conluio e conflito de interesses.


Como poderemos explicar que os fulanos que pretendem ver o Sporting “agradecer de forma conveniente” a um indivíduo que está a ser investigado em vários continentes, sejam os mesmos que defenderam a destituição e expulsão do clube de um homem que verdadeiramente deu tudo o que tinha ao clube, salvando-o da falência, tornando-o competitivo, aumentando o seu património e devolvendo-lhe o orgulho?


O Sporting foi tomado por uma alcateia de facínoras capazes de toda a espécie de desonestidades, imoralidades e sordidez para atingirem os seus objectivos. Por aqui se vê como esses canalhas são capazes de enaltecer, promover e elogiar uma pessoa suspeita de estar envolvida num sem-número de actividades ilegais só porque é um da laia deles. No entanto, e perante a completa ilibação de um cidadão e sportinguista, a quem eles tudo fizeram para humilhar e destruir, não tem a elevação, a hombridade nem a honradez de sequer reconhecer a sua inocência e reparar o mal que lhe fizeram. Pelo contrário, continuam a insultá-lo e a denegrir a sua imagem. Fazem-no porque não são homens, são ratazanas sebentas e obscenas.


Para todos aqueles que, como Barbosa da Cruz, defendem que Álvaro Sobrinho deveria ser distinguido com o Leão de Ouro, sugiro que sejam galardoados por nós, os verdadeiros sportinguistas, com a Medalha de Ouro com Palma das Olimpíadas da Idiotice. Pelos vistos hoje em dia qualquer bosta chega a advogado ou médico e, por sorte, vão todos parar ao Sporting.



Luís Teves

06/01/2021


767 visualizações5 comentários

Posts recentes

Ver tudo

5 comentarios


chicoperes77
chicoperes77
07 ene 2021

Por este andar ainda vão fazer uma estátua ao Insébio porque jogou no Sporting de Lourenço Marques, o que muito projectou o Sporting Clube de Portugal. Há imbecis que não se enxergam. Um reles lambedor de tomates. Só com um pano, encharcado em trampa, nos porcos focinhos.

Me gusta

mgrgcorreia
06 ene 2021

Haja justiça que ponha no sítio devido, todos os energúmenos que tentaram acabar com o cidadão Bruno de Carvalho e o Sporting de bem, toda a canalha de gente de dentro e fora do Sporting, apoiados também por outros, que todos os dias, de forma continuada, vergonhosa e criminosa e de conluio com vários interesses rasteiros, se interligaram em procedimentos e atitudes mafiosas. Que vergonha o que se passou e se continua a ver e a ouvir!

Estamos a viver um tempo de mentira, em que os mentirosos são remunerados pela ilegalidade, pela ofensa e pelo crime e não me admirarei se um dia ainda forem reconhecidos com alguma Comenda.

Vergonha é a verdade que melhor se aplica.


Me gusta

Teresa Amaro
Teresa Amaro
06 ene 2021

Excelente texto. Tudo dito

Me gusta

campos1942
campos1942
06 ene 2021

Como sempre mais um grande texto , tudo explicado, só não entende quem não quer , tenho pena que no ( nosso) Sporting haja pessoas punha saco , os croquetes continuam no clube , até quando ?

Me gusta

Fernando Carneiro
Fernando Carneiro
06 ene 2021

Caro consócio, mais uma vez dá a cara para desmascarar gente como este ignóbil escrevinhador a soldo de interesses que visam a destruição do nosso Clube. Continue com esse trabalho que, certamente, será partilhado por milhares de Sportinguistas. Abraço.

Me gusta
bottom of page