Buscar
  • Opinião com Assinatura

Afonso Pinto Coelho 22/04/2020 - O mistério das contas consolidadas do Sporting


Hoje é uma data simbólica! Hoje dia 22 de Abril de 2020, passou 1 ano, 1 mês, 1 semana e 1 dia desde o dia 14 de Março de 2019. Muitos poderão perguntar: o que aconteceu de tão relevante no dia 14 de Março de 2019?


No dia 14 de Março de 2019, o Conselho Fiscal e Disciplinar do Sporting Clube de Portugal, reunido nessa data, deliberou “emitir parecer favorável a que sejam aprovados o Relatório de Gestão Consolidado, e as Demonstrações Consolidadas do exercício findo em 30 de Junho de 2018”.


Contrariamente ao que seria esperado, a aprovação das Contas Consolidadas do exercício económico 2017/2018 não foi inscrita na Ordem de Trabalhos de nenhuma das últimas Assembleias Gerais do Sporting Clube de Portugal (Assembleia-Geral Ordinária de 29 de Junho de 2019, Assembleia-Geral Extraordinária de 6 de Julho de 2019 e Assembleia-Geral Ordinária de 10 de Outubro de 2019). Não consigo encontrar uma explicação lógica e racional para que as Contas Consolidadas do exercício económico 2017/2018 não tenham sido levadas ainda à apreciação e votação por parte dos sócios do Sporting Clube de Portugal, depois de as mesmas terem sido tornadas públicas no site oficial do clube no dia 3 de Abril de 2019.


A apresentação de Contas Consolidadas é uma boa prática de gestão, na medida em que elimina as operações internas entre as entidades que estão no perímetro de consolidação, permitindo desta forma dar uma visão integrada e mais transparente da situação económica-financeira aos diferentes stakeholders. Essa mesma prática de apresentação de Contas Consolidadas foi seguida pelo anterior Conselho Directivo do Sporting Clube de Portugal nos exercícios económicos de 2012/2013, 2013/2014, 2014/2015, 2015/2016 e 2016/2017 com marcação da respectiva Assembleia-Geral, logo após o Conselho Fiscal e Disciplinar ter emitido o seu parecer sobre as mesmas, para que os sócios as pudessem apreciar e votar em sede de Assembleia-Geral. Depois de estranhamente as Contas Consolidadas do exercício económico 2017/2018 não terem sequer sido levadas a uma das 3 Assembleias Gerais já citadas, é ainda mais surpreendente que as Contas Consolidadas do exercício económico 2018/2019 não tenham sequer sido apresentadas. Embora não exista uma obrigatoriedade legal de o fazer, não me parece que uma eventual quebra desta boa prática de gestão que vinha sendo seguida, possa abonar muito em favor da transparência que deveria ser transmitida aos diferentes stakeholders.

Mais, quero também igualmente ainda acreditar que a apresentação das Contas Consolidadas do exercício económico 2017/2018 (período compreendido entre 1 de Julho de 2017 e 30 de Junho de 2018) e das Contas Consolidadas do exercício económico 2018/2019 (período compreendido entre 1 de Julho de 2018 e 30 de Junho de 2019), irão fazer ainda parte da Ordem de Trabalhos da próxima Assembleia Geral Ordinária do Sporting Clube de Portugal, para aprovação do Orçamento do Clube para a época 2020/2021, pois como se diz: “Mais vale tarde do que nunca”.

Desejo a todos muita saúde neste período de confinamento!

Saudações Leoninas!


Afonso Pinto Coelho

22/04/2020


760 visualizações10 comentários
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now