Buscar
  • Opinião com Assinatura

Afonso Pinto Coelho 06/05/2020 - Sócios com Gameboxes Modalidades sem compensação?




















No passado dia 30 de Abril, o Sporting Clube de Portugal fez um comunicado oficial em que refere “informamos que o regresso da equipa de futebol profissional do Sporting Clube de Portugal à competição está agendado para o dia 1 de junho, com a realização dos restantes jogos da I Liga de Futebol à porta fechada.” Mais adianta ainda o mesmo comunicado: “O Sporting Clube de Portugal informa ainda que, no final da época, irá disponibilizar aos Sócios mecanismos de compensação pelos jogos que não foram usufruídos.”















































































Este comunicado seria perfeitamente normal se o Sporting fosse apenas um clube de futebol e se um grupo de Federações desportivas (Federação de Andebol de Portugal, Federação Portuguesa de Basquetebol, Federação de Patinagem de Portugal e Federação Portuguesa de Voleibol) não tivesse feito um comunicado conjunto no passado dia 29 de Abril, em que refere: “Quadro competitivo 2019/2020: Dar por terminadas todas as competições nacionais da época 2019/2020 nas modalidades de Andebol, Basquetebol, Hoquei em Patins e Voleibol, não havendo mais quaisquer jogo ou competição, até ao final da presente época desportiva.”




Da integração factual e temporal destes dois comunicados oficiais, resultam múltiplas reflexões. Mais uma vez, o actual Conselho Directivo foi inábil do ponto de vista comunicacional no seu comunicado oficial do passado dia 30 de Abril, na medida em que não esclareceu se vão existir mecanismos de compensação relativamente aos sócios portadores de Gameboxes Modalidades, na medida em que nesta época desportiva não haverão mais jogos das cinco modalidades (Futsal, Andebol, Basquetebol, Hóquei em Patins e Voleibol) do clube que utilizam o Pavilhão João Rocha, os quais estão incluídos nas diferentes versões do produto “Gamebox Modalidades”. Se adicionalmente não houver mecanismos de compensação para os sócios que compraram as Gameboxes Modalidades, a situação ainda tem contornos muito mais graves, na medida em que irá refletir uma vez mais a falta de respeito e consideração que o actual Presidente Conselho Directivo tem pelos sócios e pelo ecletismo do clube, na medida em que seguramente muitos deles fizeram sacrifícios e um grande esforço económico-financeiro para tomar a opção de comprar Gameboxes, quer no futebol, quer nas modalidades, em nome do amor que sentem pelo clube.

Não são necessários mais de os dedos de um mão para contar o número de vezes que actual Presidente do Conselho Directivo foi visto esta época a ver jogos das modalidades no Pavilhão João Rocha. Os exemplos de equívocos e incoerências do actual Presidente do Conselho Directivo relativamente ao ecletismo do clube são inúmeros, desde o desconhecimento do tempo de um jogo de futsal, passando pelas denominadas pelo próprio “modalidades à Benfica” como o automobilismo e o padel (incluido posteriormente no seu programa eleitoral como nova modalidade, em que o Sporting já era o Campeão Nacional de Clubes à data das últimas eleições no clube), até ao fim da equipa profissional de Ciclismo do clube.

Mesmo assim, aguardo esperançosamente que o actual Conselho Directivo venha a público anunciar quais os mecanismos de compensação para os portadores das Gameboxes Modalidades, sendo que na minha opinião os sócios poderiam ser compensados através das seguintes opções alternativas:

1 - Retorno do valor pago correspondente à proporção dos jogos não realizados, sendo que nas modalidades esse número de jogos poderia variar, em alguns casos, em função do rendimento desportivo das equipas nas fases finais (a eliminar) nas respectivas modalidades; 2 - Emissão de um voucher do valor correspondente, que poderia ser utilizado na aquisição de Gameboxes da próxima época (se aplicável, em função das medidas de acesso aos jogos que venham a ser decretadas pelas autoridades competentes, as quais estão condicionadas pela evolução da actual pandemia); 3- Emissão de um voucher do valor correspondente para compra de Merchandising oficial do Sporting nas Lojas do clube. 4 - Doação do valor correspondente para causas solidárias relacionadas com o Covid19, em que o clube esteja envolvido.

Mais, o próprio sócio portador de Gamebox poderia alternativamente decidir a alocação em termos percentuais do valor correspondente a cada uma das opções referenciadas, em função da sua disponibilidade financeira e do seu perfil de consumo em termos de produtos/serviços do clube. Este mecanismo de compensação poderia ser aplicado quer em relação quer aos sócios portadores de Gamebox Modalidades, quer em relação aos sócios portadores de Gamebox Futebol.

Por último, receio que se não forem tomadas medidas de compensação dos sócios relativamente às Gameboxes Futebol e Gameboxes Modalidades da actual época desportiva, iremos assistir a um decréscimo da venda de lugares anuais e das receitas de quotização, pela quebra da relação de confiança com a massa associativa. Saudações Leoninas!



Afonso Pinto Coelho

06/05/2020


670 visualizações8 comentários
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now