Buscar

Afonso Pinto Coelho 01/07/2020 - GALA HONORIS SPORTING & ANIVERSÁRIO



Faz hoje precisamente 114 anos que nasceu o Sporting Clube de Portugal, um clube tão grande como os maiores da Europa, conforme a profecia lançada pelo seu fundador, José Alvalade. Em boa hora, o anterior Conselho Directivo decidiu instituir uma Gala no aniversário do clube para premiar quem mais se distingue anualmente no Universo Leonino, em que são os sócios que votam para escolher o vencedor nas várias categorias de prémios a atribuir.


A primeira edição da Gala Honoris Sporting decorreu em 2014 no Parque das Nações (Meo Arena). Seguiram-se a II, III e IV edições todas elas realizadas no Coliseu dos Recreios em 2015, 2016 e 2017, respectivamente. Todas estas edições decorreram por altura do aniversário do Sporting Clube de Portugal. Em 2018, a Gala Honoris Sporting não se realizou em virtude das mudanças que ocorreram na estrutura directiva do clube. Na Assembleia-Geral de 29 de Junho de 2019, o actual Presidente do Conselho Directivo disse que a Gala relativa a 2019 não se poderia realizar no dia 1 de Julho desse ano no Pavilhão João Rocha por questões logisticas, na medida em que dia 6 de Julho de 2019 teria lugar nova Assembleia-Geral no mesmo pavilhão.


No entanto e de forma surpreendente, entre as duas referidas Assembleias Gerais decorreu no Pavilhão João Rocha a cerimónia de apresentação dos equipamentos para a época desportiva 2019/2020, a qual obrigou a um esforço logistico bastante considerável, conforme se constatou facilmente durante o referido evento. No dia 17 de Dezembro de 2019, realizou-se no Casino do Estoril (e não no Pavilhão João Rocha), a V edição da Gala Honoris Sporting, que coincidiu com o Jantar Corporate dedicado aos parceiros do Sporting Clube de Portugal.


Na V edição da Gala, os sócios não puderam estar presentes, nem mesmo pagando o jantar incluido no próprio evento, na medida em que a participação da Gala foi limitada apenas a convidados especiais. Não me parece que esta seja a melhor forma de organizar uma Gala de clube, na medida em que os sócios não podem servir apenas para votar nos premiados.


Parece-me que a V edição da Gala Honoris Sporting contrariou parte dos principios que estiveram na base da sua criação, contrariando a lógica organizativa das primeiras quatro edições, e até mesmo a (estratégia comunicacional de) relação com os sócios. Independentemente do Jantar Corporate anual, que entendo que se deva realizar com os parceiros, juntar os dois eventos a menos de 15 dias do final do ano apenas se entende na óptica de evitar à ultima da hora e no limite uma violação estatutária, na medida em que a organização anual da referida gala está consagrada dos estatutos.


Mais, dispondo o Sporting Clube de Portugal de uma infra-estrutura de excelência para organizar este tipo de eventos, não faz sentido que a Gala Honoris Sporting não se realize nas instalações do clube, desejavelmente no dia de aniversário, e com uma participação massiva dos sócios.


A Gala Honoris Sporting deve ser uma festa de celebração do Sportinguismo, através do reforço da militância dos sócios, por via da aproximação com os orgãos sociais, funcionários e atletas. Em termos de pandemia, é compreensível que não se possa prever ainda quando se vai realizar a próxima edição da Gala Honoris Sporting. No entanto, faço votos que a edição número VI da Gala Honoris Sporting seja no Pavilhão João Rocha, e em que os sócios do Sporting Clube de Portugal possam massivamente e livremente estar presentes sem qualquer tipo de limitações, para além da natural lotação do espaço.


Muitos Parabéns Sporting!

Saudações leoninas!


Afonso Pinto Coelho

01/07/2020


332 visualizações6 comentários
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now